[Opinião] “Cão como nós” de Manuel Alegre

3195992Se as minhas contas não me falham, já li este livro pelo menos umas quatro vezes. Tinha a sensação que a última tinha sido numa viagem de comboio e, de facto, pode mesmo ter sido, porque dei-me ao trabalho de contar desta vez o tempo que demorei a lê-lo e, pasmem-se, demorei 26 minutos!

Cão como nós é um livro com pouco mais que 100 páginas (mas metade delas são em branco, praticamente) e é daquelas recomendações que eu faço sempre que me pedem um livro pequenino ou sempre que me pedem para indicar um livro para quem não tem o hábito de ler. Afinal, a sua pequena dimensão aliada a um tema que agrada a tanta gente são motivos mais que suficientes para cativar qualquer um.

Não há propriamente neste livro uma história que eu vos possa resumir. Cão como nós é uma espécie de desabafo do seu autor acerca de um cão que viveu com a sua família durante muitos anos, o Kurika, e um relatar aleatório de algumas peripécias do Kurika e do seu (mau) feitio. Todos os cães o têm, não é mesmo?

O que me apaixona neste livro sempre que o leio é a forma como Manuel Alegre (sim, o político… que também é escritor, e dos bons!) atribui ao seu cão características tão humanas, fazendo dele um de nós (ou de nós um deles, daí o título), o que vem contrariar um pouco aquela ideia de que “cão é cão”.

Este é um dos meus livros preferidos pela sua simplicidade e, embora lhe tenha descido a classificação no Goodreads de 5 para 4 estrelas, não posso deixar de dizer que estão a perder um pequeno grande livro!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s