[Opinião] “A paixão do jovem Werther” de Goethe

16008480A minha experiência com este livro não é nada de extraordinário. Já tinha ouvido falar dele algures, o seu título era-me familiar, e quando o vi na Feira do Livro do Porto por 2€ novo (num stand com imensa coisa a 2€ chamado Verso da História) trouxe-o sem pensar duas vezes, até porque as opiniões das pessoas que se encontraram comigo na altura se dividiam: uns adoraram, outros não acharam nada de especial. Em que grupo me iria eu inserir?

Este foi o primeiro livro que trouxe dessa Feira que decidi ler porque, vejam só, dado o seu reduzido tamanho (150 páginas) achava eu que o ia ler depressa. Desenganem-se, Goethe tem uma escrita algo complexa e, embora seja uma escrita cuja essência se percebe, exige uma leitura mais lenta e houve mesmo alguns parágrafos que li mais que uma vez. Mas esta capa, ó esta capa… estas cores com “paixão” no título faziam-me, pelo menos, pegar no livro, nem que fosse para ler poucas páginas de cada vez!

Em A paixão do jovem Werther acompanhamos as diversas cartas que Werther escreve ao seu amigo Wilhelm quando se encontra numa aldeia chamada Wahlheim. Nunca temos acesso às respostas de Wilhelm, mas compreendemos na mesma as inquietações de Werther, sobretudo quando se vê envolvido num trio amoroso. Werther apaixonou-se por Lotte, uma jovem que estava prometida a Albert (onze anos mais velho que ela), e vive dividido entre o ser correcto e respeitar as convenções sociais ou procurar viver esse amor. A história, em termos genéricos, não é muito mais que isto!

Por vezes, chega a ser angustiante acompanhar a própria angústia de Werther e compreendo que possa ser esse factor, aliado ao facto de a linguagem de Goethe ser pouco coloquial, que atrai os leitores que amaram esta obra. A mim, atraiu-me o facto de, contrariamente ao que acontece muitas vezes, termos um homem a passar por dilemas amorosos e conflitos internos, e não uma mulher. Ainda assim, a personagem Lotte é chata, uma mulher com a qual não me identifiquei e, embora estivesse presa a uma época em que o socialmente correcto vale mais que o coração, as suas intenções nem sempre são claras.

Como ponto negativo, aliás, como grande ponto negativo, aponto a forma como a história nos é contada, com uma linguagem nem sempre clara, por vezes desnecessariamente rebuscada e aponto ainda o facto de esta história ter mais a oferecer do que aquilo que o autor nos deu. No entanto, qualquer pessoa que já tenha passado por algo semelhante, mesmo que no século XX/XXI, vai identificar-se com parte da obra!

Por fim, e chamem-me exagerada se quiserem, acho que este livro escrito actualmente, com uma linguagem do século XXI e com alguns detalhes do nosso presente, seria um livro capaz de atrair mais gente. E era capaz de dar um YA interessante, quem sabe!!!

Anúncios

One thought on “[Opinião] “A paixão do jovem Werther” de Goethe

  1. É precisamente esta a minha opinião sobre este livro! E acho que na altura ta dei quando o foste comprar.
    A capa é mesmo linda e um clássico é sempre um clássico (como diz a minha mae).
    Beijinhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s