[Opinião] “As dez figuras negras” de Agatha Christie

6337295“Silvéria, tens de ler As dez figuras negras, é o melhor livro da Agatha Christie!”. Tanto ouvi isto ao longo dos últimos anos que incluí este livro na minha lista de 15 livros para ler em 2015 e já íamos em Outubro e eu sem pegar nele!! Depois da má experiência que tive com o livro Em parte incerta (falaremos dele um dia destes) precisava de algo que fosse seguramente melhor e a rainha do crime nunca desilude!

O livro As dez figuras negras fala-nos de dez pessoas que foram misteriosamente convidadas para passarem uma temporada na Ilha do Negro, sem saberem muito bem porquê. Por diversos motivos, todas aceitaram o convite e chegadas à ilha viram o seu destino ser ditado por uma espécie de canção de embalar, com o mesmo título deste livro, e foram sendo assassinadas uma por uma de acordo com os versos da canção (isto não é spoiler, vem na própria sinopse do livro, e já se sabe que livros da AC têm assassinatos!). Aos poucos vão chegando à conclusão que o assassino tem de estar entre eles e não só as personagens como nós, meros leitores, damos por nós a juntar as várias peças do puzzle a tentar encontrar o assassino. Confesso-vos que não é nada fácil e só não dei cinco estrelas no Goodreads a este livro porque apesar de o/a assassino/a ser uma total surpresa, para que aquela pessoa o pudesse ser foram precisas algumas coincidências. Este livro só peca nesse pequeníssimo pormenor e não há como não adorar esta autora!

Este livro, porém, não tem como personagem o famoso detective Hercule Poirot, presente em tantas obras da AC, mas mesmo assim parece-me quase imperdoável que ainda não o tenham lido, sobretudo se gostam de policiais! É super viciante. Para terem uma ideia, li as primeiras páginas num dia, sem ficar muito presa ao livro, mas quando peguei nele no dia seguinte não descansei enquanto não o acabei, já a noite ia longa e eu ali ansiosa por lhe conhecer o final. Não é uma leitura que aconselhe para um período nocturno, digamos que vos vai deixar algo agitados!

Ainda assim, mesmo que vos tire algumas horas de sono (por um bom motivo!), não deixa de ser curioso que um policial dê que pensar, nomeadamente sobre o conceito de justiça e sobre quem tem o direito de julgar. Enfim, mais uma boa leitura que fiz este ano!

Por fim, eis o famoso poema/canção de embalar/lengalenga… (o que lhe queiram chamar!):

“Dez meninos negros foram jantar;
Um engasgou-se e sobraram nove.
Nove meninos negros deitaram-se tarde;
Um dormiu de mais e sobraram oito.
Oito meninos negros foram viajar pelo Devon;
Um disse que por lá ficava e sobraram sete.
Sete meninos negros foram cortar lenha:
Um cortou-se em dois e sobraram seis.
Seis meninos negros brincaram com uma colmeia;
Um abelhão ferrou um e sobraram cinco.
Cinco meninos negros seguiram a advocacia;
Um foi para o Supremo Tribunal e sobraram quatro.
Quatro meninos negros foram para o mar;
Um caiu no anzol e sobraram três.
Três meninos negros andavam pelo jardim zoológico;
Um levou um chi-coração de um urso enorme e sobraram dois.
Dois meninos negros sentaram-se ao sol;
Um deles ficou assado e sobrou um.
Um menino negro ficou completamente só;
Foi e enforcou-se e não sobrou nenhum.”

Anúncios